terça-feira, 26 de abril de 2011

APRESENTAÇÃO DO PROFISSIONAL

Imagine a situação:
Você vai a um salão para colorir o cabelo, e a cabeleireira que irá colorir seu cabelo está com o cabelo horrível, cheio de manchas e desbotado, você confiaria em entregar seu cabelo para ela?

Muitas vezes o cliente é “espantado” por alguns itens que não é percebido pelo profissional, ao visitar salões fui relacionando algumas atitudes, ações e maneiras que se observadas, serão um diferencial em seu salão:

01 – POSTURA – A posição correta do corpo, enquanto trabalha. O cabeleireiro trabalha em pé, usar sapatos confortáveis, cuidar dos pés, pernas, tratando-os adequadamente e oferecendo repouso aos mesmos.

02 – HIGIENE PESSOAL – Parece brincadeira, mas ao adentrar em alguns salões, senti um forte cheiro de suor e percebi que era do profissional. Portanto é bom lembrar que é através dos poros que eliminamos as toxinas do organismo e mantendo os poros limpos, poderemos minimizar os odores da transpiração, e se for o caso mais de um banho por dia. Cuidar também com o desodorante/perfume, muitas pessoas são alérgicas, o ideal é usar desodorante neutro. A falta de asseio é uma ótima receita para perder clientes.

03 – HÁLITO – O cabeleireiro trabalha próximo ao rosto do cliente e por isso todo cuidado deverá tomado para evita-lo. Se for o seu caso, procurar um médico ou dentista a fim de que possa ser diagnosticado a causa (estomago, sinusite, dente, etc) e o problema seja resolvido. Evitar comer alimentos que possuam forte odor (alho, cebola, etc) antes do trabalho, escovar os dentes ao menos 3 vezes ao dia, isso também auxiliara a evitar o mau hálito.


04 – CABELOS - Os cabelos devem estar bem tratados, cuidados, bonitos e saudáveis, especialmente cabelos coloridos, descoloridos e/ou com químicas, cuida.
Corte, cor, descoloração, química e penteado que combine com você, com seu biotipo, pois assim o cliente observará que você entende de estética. Lembrar sempre que um corte, uma cor de coloração que ficou excelênte na sua amiga, pode não ficar bem em você. Quem tiver barba/bigode, tê-los bem feito.

05 – VESTUÁRIO – O vestuário deve ser adequado a diversas situações, como clima, nível social dos clientes, idade do profissional, e estrutura física, sem preconceito ou critica, o profissional deve levar em conta a estrutura física e a roupa mais adequada, a vestimenta deve ter harmonia entre a pessoa e a roupa que ela usa. O importante não é usar roupas exclusivas, de grife, caríssimas, o importante é usar roupas bem talhadas e cuidadas passando a impressão de bom gosto e seriedade.
Alguns profissionais utilizam roupas que deixam os designers de “abada” de carnaval com inveja devido as “combinações” de cores, ou usam roupas amassadas, manchadas, o ideal é usar roupas padronizadas do salão, se não for possível, use roupas simples, pois estarão mais próxima do bom gosto.
O que vemos em revistas, desfiles, TV, etc.., passam por um preparo antes da aparição, além de muitas vezes serem modelos profissionais com corpos “perfeitos”, por isso nem sempre pode ser usados por qualquer pessoa.

06 – MÃOS – O cuidado com a limpeza e maciez é fundamental, pois elas tocarão seus clientes, elas são seus instrumentos de trabalho. Imagine uma unha suja, ou uma mão com algum odor desagradável, ou uma mão áspera tocando o rosto de seu cliente.

07 – CAMINHAR - Devemos caminhar como se estivessemos caminhando sobre uma linha reta desenhada no chão, o pé direito sempre em cima da linha e o esquerdo ao lado. Cuidado com o balanço exagerado dos braços. Caminhar com calma, firmeza e naturalidade, não correr dentro do salão.

08 – SENTAR -  Sentar de maneira errada causa problemas a saúde, além de não ser elegante. Evitar debruçar sobre algum móvel (mesa, balcão, etc). E cuidado ao cruzar as pernas.  

 09 - FALAR - A forma mais comum de comunicarmos  é através da fala, a comunicação é um fator importantíssimo para o êxito profissional e pessoal. A união da fala com os gestos causará uma boa ou má impressão ao nosso cliente. Portanto seja claro, natural e espontâneo. Modere seus gestos. Fale  fácil de maneira que seja entendido, use voz natural, simples e sem gritar. Utilize o “senhor”, “senhora”, “você” para as pessoas certas. Procure falar o nome das pessoas. Evitar gírias e expressões com duplo sentidos.

O cliente se preocupa com o cabelo?
Esse será o assunto da próxima postagem.

OBS. Recebi e-mails perguntando quando postarei sobre produtos, coloração, relaxamento e outros assuntos. A resposta é que estamos começando do início, com algumas dicas do dia a dia do salão, pois o objetivo de desse blog é oferecer um auxilio para conquistar clientes  e mante-los, e na próxima postagem será iniciado essa parte ligada a cabelo, produtos e procedimentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário